Bioestimuladores de Colágeno

Os bioestimuladores são substâncias fabricadas em laboratório, que quando injetados induzem as células (fibroblastos) a produzir mais colágeno e, consequentemente, dão mais sustentação à pele. Existem dois tipos disponíveis no mercado brasileiro até o momento: o ácido Poli-L-Láctico (conhecido comercialmente por Sculptra) e a hidroxiapatita de cálcio (de nome fantasia Radiesse).

Colágeno

Uma pele jovem e saudável contém colágeno, responsável por dar volume, sustentação e elasticidade. O envelhecimento e alguns fatores como excesso de sol e tabagismo provocam diminuição da fabricação dessa proteína (que é produzida naturalmente pelo nosso corpo), assim como sua degradação.

A produção começa a cair a partir dos 30 anos, mas, em geral, os sinais mais intensos (rugas e flacidez) começam a aparecer a partir dos 40, quando o uso dos bioestimuladores começa a ser uma alternativa interessante para estimular a produção de colágeno e consequentemente, atenuar a flacidez.

Bioestimuladores são substâncias que estimulam a produção de colágeno quando injetadas em determinadas camadas da pele. Podem ser utilizados para reposição de volume a longo prazo e diminuição da flacidez. As substâncias mais utilizadas para este fim são:

  • Hidroxiapatita de Cálcio – Radiesse

  • Ácido Poli-l-lático – Sculptra

  • Policaprolactona – Elansé

  • Fios de PDO

Onde aplicar

  • Linhas de expressão e marcas indesejadas trazidas pela idade;

  • Flacidez do rosto, objetivando melhorar o contorno do rosto;

  • Flacidez nos braços, dando um fim naquele famoso “tchauzinho”;

  • Flacidez do abdômen, principalmente após situações como parto;

  • Flacidez nas partes internas das coxas;

  • Celulite;

  • Envelhecimento das mãos.

Como funciona

O objetivo principal destes produtos não é o preenchimento, mas sim a bioestimulação decorrente da ação estimulatória nos fibroblastos, células que produzem as fibras colágenas. O Radiesse e o Elansé também podem ter efeito preenchedor.

Mais colágeno na pele significa uma pele mais firme, menos flácida. E essa firmeza melhora o aspecto geral da face de forma muito natural e delicada.

Quantas sessões são necessárias?

Os protocolos de tratamento sugerem de uma a três sessões mensais, com manutenções anuais. Dependendo do grau de flacidez o número de sessões será definido. Peles mais jovens geralmente uma sessão já traz uma melhora e serve como prevenção. Peles mais maduras geralmente necessitam de mais sessões e de tratamentos combinados.

Preço

Para saber valores, é necessário agendar uma avaliação gratuita com a nossa especialista. Na avaliação, a responsável vai entender a sua necessidade, indicar o tratamento adequado, esclarecer todas as suas dúvidas, passar valor e formas de pagamento. 

Importante! Todos os nossos procedimentos contam com especialistas médicos altamente qualificados, garantindo tratamentos seguros e eficazes.